Jogos Br – O desfecho

Posted in Cultura, jogos, Política, Tecnologia with tags , , , , , , on outubro 15, 2009 by Burning

Game-OverLembram-se do programa Jogos Brasileiros? Que teria uma verba federal, liberada pelo Ministério da Cultura para o desenvolvimento de jogos por pessoas e grupos brasileiros? Pois é, passou-se um bom tempo sem nenhuma notícia e sem sinal algum de qualquer jogo.

Nesta segunda-feira (12) a coluna Painel da Folha de S. Paulo tinha uma nota que dizia o seguinte:

Game… Por falar em TCU, o tribunal apontou na semana passada irregularidades em convênio do Ministério da Cultura com a Associação Cultural Educação e Cinema, que havia conseguido R$ 500 mil para tocar o projeto “Jogos Eletrônicos Brasileiros”.

…over. Segundo o tribunal, não ficou comprovada a aplicação dos recursos liberados. O ministério, quando da tomada de contas, reconheceu que o convênio era irregular e que a entidade estava inadimplente. Os representantes da associação desapareceram.

Pois é, o programa não só não foi pra frente, como os responsáveis por desenvolve-lo simplesmente sumiram com a grana. É triste e preocupante, afinal quando filmente se tem alguma ação para o desenvolvimento de um mercado que movimenta bilhões por ano mundo afora, aparecem picaretas como estes e surripiam toda a grana. E o Senado e a Câmara, além do Ministério que deveriam fiscalizar nada fazem.

Anúncios

25 coisas sobre a minha sexualidade

Posted in Comportamento, Sociedade with tags , , , , , on outubro 9, 2009 by Burning

lipsPara quem curte um bom papo cabeça sobre sexualidade, encontrei um blog interessante. Nele as pessoas mandam 25 fatos sobre a como se desenvolveram sexualmente, ou como tratam o tema, ou ainda como vivenciam suas atividades sexuais. O único problema é que está em inglês, mas hoje em dia acho que isso nem é tão problemático assim.

O blog é completamente simples, tem uma boa quantidade de posts, e os relatos vão dos mais simples ao mais estranhos, passando por preconceitos, problemas, fatos engraçados, tristes e profundos. Como é totalmente anônimo, pode até ser que tenham relatos brasileiros, e o legal da história está ai, você lê o que está lá e fica tentando imaginar que tipo de pessoa poderia ter passado por aquelas experiências.

Sem mais delongas: 25 things about my sexuality

O primeiro Disney a gente nunca esquece…

Posted in Animação, Computação Gráfica, Filmes with tags , , , , , , , , , on outubro 7, 2009 by Burning

walleParece até estranho, mas nunca na minha vida imaginei que compraria um dvd da Disney. Pode parecer preconceito, mas fui torturado bastante tendo que aguentar meu irmão menor vendo o Rei Leão, a Bela e a Fera, Aladdin e outros cinquenta vezes por dia, até ele e é claro, eu saber todas as falas, músicas e tudo mais.

Mas quando vi o Wall-E na pratileira das Americanas (a loja física não, a online, mas o link é da online) não pude resistir, e o preço foi incrivelmente camarada. Apenas R$ 12,99, menos do que uma promoção do Big Mac. Ajuda muito ser da Pixar, mas o que realmente conta para mim é que Wall-E é fantástico, muito bem feito e não tem gente cantando. Até tinha outros títulos da Pixar/Disney, mas não gosto tanto dos outros, mas é interessante saber que eles estão lá também a R$ 12,99, podem tornar-se bons presentes.

Tatuagens

Posted in Sociedade with tags , , , , , on setembro 29, 2009 by Burning

tatooJá é o terceiro ou quarto dia seguido que vejo pessoas na rua com tatuagens de kanjis chineses. A última era uma mulher que tinha outras tatuagens, dois beija-flores, uma interrogação na perna e uma exclamação na outra além de várias estrelas nas costas.

Na hora me perguntei até onde as tatuagens irão. Hoje em dia as cores são bem vívidas, os desenhos são incríveis (e também são horríveis dependendo do gosto do freguês), as tintas tem tecnologia suficiente para não fazer mal a quem quer exibir as tatuangens. Mas e depois?

Seria legal se alguém inventasse tatuagens eletrônicas, com leds ou tintas especiais que mudassem de cor ou brilhassem. Igual as camisetas de led. Logo veríamos pessoas com o visor do Kitt da Supermáquina ou um símbolo dos Thundercats que brilhe.

Enquato isso, continuamos com as tradicionais, como esta ai da foto que foi colocada no Sankaku Complex.

É o progresso, estúpido!

Posted in Sociedade, Tecnologia with tags , , , , , , , , , , on setembro 25, 2009 by Burning

AvatarJá passamos do ano 2000, teoricamente vivemos em um futuro muito sonhado por milhares de pessoas que como eu nasceram na década de 70 (no final, mas ainda 70). É impressionante ver como conseguimos chegar a este ponto da história sem holocausto nuclear ou uma terceira grande guerra mundial, e é frustante ver que a maioria dos sonhos continuam sonhos.

Tirando os carros voadores e a felicidade mundial, os terráqueos avançaram pouco em áreas que as pessoas consideravam conquistadas a 20 anos atrás. Naquela época todos pensavam que teríamos turismo espacial de larga escala, colonias submarinas, fontes de energia inesgotáveis e por ai vai. Mas não. A cada ano os programas espaciais dos países desenvolvidos sofrem cortes, não vejo ninguém morando em baixo d’água, e a principal fonte de energia do mundo ainda é o petróleo, que meu professor de geografia prometia que iria acabar 10 anos atrás.

Em um mundo perfeito, já teríamos tudo isso, mas não moramos em um mundo perfeito. Sofremos grandes revezes  mas estamos tentando. Claro que avançamos muito nessas mesmas áreas, hoje temos fotos fantásticas do espaço, conseguimos perfurar poços de petróleo a quilômetros abaixo do leito do mar (Petrobas e o pré-sal) e as fontes energética renováveis parecem estar tomando fôlego mundo afora (eólica, solar…), mas será que viverei o suficiente para ver tudo de um modo acessível?

Já vejo! Temos tudo isso, mas apenas em séries de tv e cinema. Depois de ver o UP em 3d e ver o comercial do Avatar, penso o quanto as pessoas do passado ficariam aterrorizadas em ver algo com tanta qualidade, e isso sem falar nos filmes em blu-ray que começam a se popularizar aqui. De um jeito ou de outro, o progresso sempre bate a porta, só é necessário pagar por ele. É tudo meio sem sentido, mas quem disse que a vida faz algum? A única coisa que realmente espero é ter meu próprio Gundam.

Symphonic Fantasies

Posted in jogos, Música with tags , , , , , , , , , , , , , , , , on setembro 22, 2009 by Burning

SymphonicfantasieslogoÉ sempre bom achar novos materiais na internet. Quando o assunto é game music as coisas novas são cada vez mais raras. Então é por isso que ao achar o Symphonic Fantasies, um concerto realizado na Alemanha com músicas dos jogos da Square Enix fiquei impressionado.

O concerto teve duas apresentações nos dias 11 e 12 de setembro e foi transmitido via streaming, e logo foi parar no Youtube. Vi todos os videos do youtube, e fiquei embasbacado, deve ser fantástico poder ouvir a orquestra completa, comparável com a primeira apresentação do Videogames Live aqui em Brasília. Só que tudo parece mais clássico, a começar pelas músicas que são medleys e tem 18 minutos de duração e é claro, pelo lugar que é uma sala de concertos.

Tirando isso de lado, o concerto foi feito para homenagear os compositores da Square, e eles compareceram: Yoko Shimomura, Yasunori Mitsuda, Hiroki Kikuta and Nobuo Uematsu. Os jogos de onde sairam as músicas foram Kingdom Hearts (1 e 2), Secret of Mana, Chrono Trigger, Chrono Cross e Final Fantasy (vários). Todos os arranjos ficaram excelentes e tenho que tirar meu chapéu para o Fear of the heavens, que ficou animal. Na página oficial é possível baixar o programa com o nome das músicas.

Se tivesse prestado atenção no Hadouken, poderia ter me programado para ver o streaming, mas deixei passar essa.

Bem, ai em baixo está a primeira parte do medley de Final Fantasy, que é uma das últimas partes do programa, aqui na lista do KajunW no Youtube é possível ver o show inteiro (as músicas) um grande obrigado a ele por ter disponibilizado o show.

Cloud Strife

Posted in Animação, Anime with tags , , , on setembro 16, 2009 by Burning

kanameJá vi muitos cosplays de Cloud Strife, mas tenho que reconhecer que este está perfeito. E o cara realmente é dedicado a fazer cosplays é só ver a galeria de personagens que ele personificou. Seu nome é Kaname. Via Kotaku, via DannyChoo.